O nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Descubra mais informações sobre a utilização de cookies e tecnologias semelhantes na nossa Política de Cookies. Poderá alterar as configurações do seu equipamento para recusar cookies ou ser notificado quando um cookie lhe for enviado. Para mais informação aceda por favor à nossa Política de Privacidade.
Li e expressamente aceito a Política de Cookies Sim Não
Serviço Nacional de Saúde
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.


Atendendo ao decurso do período de pandemia COVID-19, devem ser minimizadas todas as deslocações evitáveis ao Centro Hospitalar Universitário do Porto.

Saber mais
CONTACTOS CONSULTA EXTERNA
(POR EDIFÍCIO - EXTENSÃO TELEFÓNICA E ENDEREÇO ELETRÓNICO)
Saber mais
ALTERAÇÕES TEMPORÁRIAS AO REGIME DE VISITAS

Bem-vindo ao CHUPorto!


A pandemia COVID-19 determinou praticamente a ausência de visitas aos doentes internados.

Sabemos como tem sido difícil para os familiares, amigos e doentes esta realidade.

Com a situação atual da pandemia é possível abrir gradualmente as visitas, mas ainda com limitações, para proteção de todos e prevenção da transmissão.

As visitas são fundamentais no apoio emocional às pessoas internadas e também colaboram e ajudam os profissionais ao contribuir para o melhor bem-estar dos doentes.

Cumpra as recomendações de forma a proteger o seu familiar/amigo, a si, aos profissionais de saúde e comunidade.

Aceite as limitações de dias e tempo de visita.

Ajude-nos a lidar com esta pandemia para o mais rápido possível regressarmos à normalidade.


Muito Obrigado!



Regulamento de Visitas Adaptado à Pandemia COVID-19Hospital de Santo António (Edifícios Neoclássico, Dr. Luís de Carvalho e Satélite)


1.    Visitas a doentes:

O doente internado sem COVID-19 ativa poderá receber a visita de uma pessoa no dia de admissão num serviço de internamento (D1), no dia seguinte (D2) e a cada 3 dias (D4, D7, D10...).Os dias de visita são fixos e determinados em função da data de admissão (D1) do doente no serviço de internamento. A duração da visita é de 15 minutos presenciais. As visitas decorrerão entre as 15h00 e as 19h00. Sempre que possível o doente internado deve ser visitado pela mesma pessoa.


REGIMES DE VISITAS EM SERVIÇOS PARTICULARES ADC - ÁREAS DEDICADAS À COVID-19

Em situações excecionais e devidamente justificadas, podem-se permitir visitas a doentes internados com COVID-19,garantindo que são reduzidas ao mínimo, em número, periodicidade e duração (máximo de 15 minutos), e sempre com medidas de prevenção e controlo de infeção, nomeadamente o distanciamento físico e a utilização adequada de equipamento de proteção individual. Horário flexível de acordo com a situação de exceção. As permissões excecionais são perecíveis, necessitam de renovação periódica, devendo solicitar-se através de um texto de correio eletrónico, com o título "Permissão excecional", para: gabinete.informativo@chporto.min-saude.pt


UNIDADES DE INTERNAMENTO DE CURTA DURAÇÃO (UCDM e ICDC)

Horário das 15h00 às 19h00. Para doentes com permanência igual ou superior a3dias desde admissão pelo SU com flexibilidade para situações excecionais devidamente justificadas. Segue restantes regras do regime geral.


SERVIÇO DE CUIDADOS INTENSIVOS (todas as unidades)

Horário das 15h00 às 19h00,com flexibilidade para situações excecionais devidamente justificadas. Segue as restantes regras do regime geral.


UNIDADE DE CUIDADOS INTENSIVOS CORONÁRIOS

Horário das 15h00 às 19h00. Para doentes com permanência igual ou superior a 3 dias desde admissão pelo SU com flexibilidade para situações excecionais devidamente justificadas. Segue as restantes regras do regime geral.


ÁREA DE DECISÃO CLÍNICA DO SERVIÇO DE URGÊNCIA

Horário das 15h00 às 19h00. Para doentes com permanência igual ou superior a 3 dias desde admissão pelo SU com flexibilidade para situações excecionais devidamente justificadas. Segue as restantes regras do regime geral.


2.    Acompanhantes:


3.    Responsabilidade dos visitantes:

3.1.Interromper a visita e ausentar-se sempre que solicitado pelos profissionais de saúde, nomeadamente durante a realização de procedimentos geradores de aerossóis.

3.2.Não utilizar as instalações sanitárias dos doentes internados.

3.3.Não interagir com outros doentes ou visitantes.

3.4.Em articulação com o doente gerir os bens de natureza pessoal como roupa lavada, produtos de higiene, água, equipamentos de comunicação, livros ou similares;

3.5.Não levar outros objectos pessoais, alimentos ou outros produtos ao doente internado sem prévia autorização.

3.6.Abster-se de se deslocar ao Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUPorto) em presença de sintomas sugestivos de COVID-19 ou outra doença transmissível, ou caso tenha tido contacto com um caso positivo.

3.7.Informar o serviço sempre que, nas 48 horas após a visita, desenvolvam sintomas sugestivos de COVID-19 ou apresentem um resultado positivo para SARS-CoV-2


Recomendações aos Visitantes:

Durante a visita, siga as seguintes recomendações:

  • Higienize as mãos imediatamente antes de entrar no hospital.
  • Volte a higienizá-las antes de entrar no quarto ou enfermaria.
  • Garanta o distanciamento físico entre si e as outras pessoas.
  • Aproxime-se para comunicar e ser reconhecido; nunca mais do que isso.
  • Tente manter a distância superior a um metro e meio do doente.
  • Use máscara cirúrgica.
  • Não toque desnecessariamente em superfícies e objetos. Peça autorização prévia para a entrada de objetos e alimentos.
  • Ignore os outros visitantes.
  • Se um doente pedir ajuda, não lhe toque; informe os profissionais.
  • Siga as instruções, que podem ser renovadas ou alteradas.
  • A visita poderá ser interrompida a quaisquer momentos.
  • Partilhe as suas dúvidas connosco. Apresente sugestões.


       Considere:

  • Se tem sintomas de COVID-19, outra doença aguda ou transmissível, ou teve contacto com um caso positivo, não visite.
  • Se nas 48 horas após a visita surgirem sintomas sugestivos de COVID-19, informe-nos.



4.    Acesso à informação
O Diretor de Serviço ou Responsável de Unidade tem a competência  (delegável) e a responsabilidade de prestar informações a um familiar, equivalente ou representante legal, de modo proativo, não esperando o contacto.  As informações são facultadas:

  • Mediante autorização do doente, ou de representante legal, que também indicará o número do telefone recetor;
  • Diariamente;

Por linha telefónica direta e institucional.


5.    Acesso a comunicações móveis
O uso de telemóvel ou de outros equipamentos eletrónicos de comunicação, em quaisquer enfermarias ou unidades, é um direito garantido ao doente, de acordo com regras ou leis de:

  • Etiqueta e educação, designadamente uso de campainha desativada ou em volume mínimo, bem como conversas breves e em voz baixa;
  • Privacidade, proteção de dados, integridade de imagem pessoal e institucional, designadamente a proibição de gravar quaisquer imagens ou sons.

a.    Entre as 08h00 e as 21h00.

b.    Sujeito a modulação temporária e justificada pela equipa de saúde, pelas circunstâncias ambientais ou pela condição clínica


6.    Recolha de medicamentos ou outros produtos imprescindíveis: utente ou seu representante, com hora marcada; envio preferencial por transportadora para o domicílio. Consulte mais informação aqui 

7.    Parceiros ou interlocutores institucionais, no âmbito de atividades essenciais da instituição: agentes comerciais, prestadores de serviços ou distribuidores de bens

8.    Representantes de instituições de ensino ou de investigação:

9.    Agentes de promoção de bens ou serviços: acesso vedado.

10. Portadores de convocatória ou de convite institucionais: acesso condicionado a demonstração.

11. Aulas, estágios académicos ou profissionais: suspensos.

12. Estágios na Viatura Médica de Emergência e Reanimação: retoma de estágios de profissionais do CHUP, havendo condições de segurança.

13. Internato de formação geral: retoma gradual.


14. Internato de formação específica: retoma gradual, condicionada pelos interesses de combate à pandemia restrita a médicos do CHUP.

15. Acesso a formadores ou formandos: vedado, exceto no âmbito do combate à pandemia.

16. Ato público do Mestrado Integrado em Medicina: acesso permitido ao júri, ao candidato e a três convidados; o caráter público do ato será garantido pela divulgação de credenciais de acesso a conferência remota.

17. Acesso a biblioteca ou museu: vedado (estão encerrados).

18. Passagens de turno e/ou visitas de profissionais em grupo: suspensas.

19. Reuniões em sala: duração inferior a uma hora, com distanciamento físico de 2 metros e lotação limitada a 20 pessoas.

20. Voluntariado: suspenso, com exceção de atendimento administrativo.

21. Exceções pontuais, por razões médicas, sociais, humanitárias (fim de vida, por exemplo) ou outras, poderão ser definidas, caso a caso, pelos diretores de serviços e unidades. Outras exceções ou casos omissos poderão ser definidos por um membro do Conselho de Administração, pelo Presidente da CCIRA, pelo Diretor do CMIN ou pelo Diretor do Serviço de Logística.

22. Permissões excecionais
As permissões excecionais (5. e 15.) são perecíveis, necessitam de renovação periódica, devendo solicitar-se através de um texto de correio eletrónico, com o título "Permissão excecional", para.
ritamonteiro.logistica@chporto.minsaude.pt
gabinete.informativo@chporto.min-saude.pt

23. Receção de acompanhantes ou visitantes
Os cidadãos serão sujeitos a medidas de prevenção à entrada, incluindo:

  • Medição da temperatura com um termómetro sem contacto corporal.
  • Inquérito sobre sintomas respiratórios.

Orientação:

a)    Assintomáticos apiréticos terão direito a acesso.

b)    Sintomáticos ou com estado febril não poderão entrar, sendo-lhes aconselhado o contacto com o Centro de Contacto do SNS (808 242 424) e evicção social.

Todos terão direito a:

a)    Pedagogia sobre etiqueta respiratória, lavagem de mãos e limpeza de superfícies ou objetos manipuláveis.

b)    Desinfeção obrigatória das mãos com uma solução apropriada, à chegada e à partida.


24. Receção e devolução de bens de cidadãos internados
Regras de receção e eventual devolução de bens:

O Serviço Informativo faz a receção dos bens de natureza pessoal (roupa lavada, produtos de higiene, água, equipamentos de comunicação, livros ou afins), bem como a eventual devolução  (roupa usada ou objetos gastos ou desnecessários, por exemplo).

Não se aceitam peças de ourivesaria, cartões bancários ou outros objetos de valor relevante.

a.    Os bens deverão ser bem embalados e inequivocamente identificados, quer na entrega, quer na devolução.

b.    O Serviço Informativo notifica o serviço ou unidade de internamento, imediatamente após a receção.

c.    Assistentes operacionais do serviço ou unidade permutam os bens com o Serviço Informativo.

d.    Horários destas operações: 11h00-12h00 e 17h00-18h00.





Saber mais
DISPENSA DE MEDICAMENTOS AOS DOENTES DE AMBULATÓRIO

Nesta fase de pandemia COVID-19, as vindas ao hospital deverão ser raras e breves.
Os Serviços Farmacêuticos do Centro Hospitalar Universitário Porto (CHUP) organizou um sistema alternativo de Levantamento de medicamentos no hospital
Consulte a informação aqui:


Contingência - COVID -19 

Norma de Actuação dos Serviços Farmacêuticos

 Dispensa de medicamentos aos doentes de Ambulatório

A Unidade de Farmácia de Ambulatório (UFA) está a funcionar no horário habitual: dias úteis das (9H00-17H00).

Para fazer face à atual epidemia da COVID-19, implementou duas medidas novas:

  1. Agendamento;
  2. Entrega ao domicílio.

1 - Agendar o levantamento de medicamentos:

  • envie um e-mail com pelo menos 5 dias úteis de antecedência para ambulatorio.farmacia@chporto.min-saude.pt indicando nome, n.º de processo (e se possível n.º da receita) e os medicamentos pretendidos;
  • quando se dirigir à UFA, retire uma senha B "Levantamento com agendamento", e apresente a sua prescrição ou o n.º do processo clínico do Hospital;
  • o agendamento não se aplica a prescrições de medicamentos de conservação no frigorífico.

 

2 - Entrega de medicação no domicílio:

  • contacte o seu Farmacêutico Hospitalar (presencialmente, via telefone ou por e-mail) que lhe cederá um formulário de "Autorização para entrega ao domicílio de medicamentos" que deve ser lido e corretamente preenchido, autorizando esta entrega e a disponibilização dos seus dados pessoais (nome, morada e n.º de telefone) a terceiros (empresa transportadora);
  • envie um e-mail com pelo menos 10 dias úteis de antecedência para ambulatorio.farmacia@chporto.min-saude.pt indicando nome, n.º de processo (e se possível n.º da receita) e os medicamentos pretendidos;
  • os medicamentos serão entregues por uma empresa de transporte de medicamentos, até 10 dias úteis após o envio do email, na morada indicada;
  • Não serão realizadas entregas ao domicilio de produtos de nutrição.
  • Sempre que se deslocar ao Hospital para a realização da sua consulta ou exames, deve também deslocar-se à Unidade de Farmácia de Ambulatório para obter os seus medicamentos. (Não serão realizadas entregas ao domicílio de medicamentos, sempre que o doente esteja presencialmente em consultas ou exames.).
  • Fale connosco acerca do seu caso particular. Todas as situações extraordinárias serão avaliadas caso a caso.


Em virtude da declaração de Estado de Emergência, deve trazer consigo o e-mail impresso ou no telemóvel, para poder entrar no Hospital ou mesmo apresentá-lo às autoridades.




Saber mais
COMO AVALIAR CAPACIDADE DE AUTO-CUIDADO NOS NOSSOS IDOSOS DURANTE A PANDEMIA?

É do conhecimento comum, que os idosos estão em maior risco de complicações importantes e até mesmo de morte pela infeção do Covid-19.
Manter os nossos idosos protegidos da propagação do vírus é uma prioridade nacional, mas também é uma obrigação familiar e comunitária. A Direção Geral de Saúde recomenda o distanciamento social para diminuir o risco de contágio. Contudo, muitas pessoas se deparam com o dilema: Como posso saber se a minha mãe, pai, tio, vizinho ... tem capacidade de auto-cuidado durante o período de isolamento? Deixamos aqui algumas recomendações para avaliar a capacidade de auto-cuidado do seu familiar ou vizinho que vive sozinho.

Nas últimas 2-4 semanas, o idoso...

  • usou o telefone para receber e fazer chamadas sem dificuldades?
  • fez a sua higiene pessoal sozinho sem dificuldades?
  • geriu a sua medicação sem falhas?
  • preparou as suas refeições e alimentou-se adequadamente?
  • tratou da sua roupa e da limpeza da casa?
  • fez compras e geriu o seu dinheiro sem problemas ou dificuldades?

Se a resposta for negativa a uma ou mais destas questões, significa que o idoso necessita de ajuda e supervisão para a sua subsistência durante o período de isolamento. Mantenha o contacto telefónico frequente (diário) e assegure-se regularmente que o idoso tem os medicamentos, a alimentação e a higiene que necessita durante o tempo de isolamento.
Em caso das respostas serem todas positivas, mantenha o contacto telefónico frequente (diário). Se possível ajude o idoso a evitar deslocações (ex: idas ao supermercado e farmácia).
Em qualquer dos casos, deve manter sempre as medidas de higiene e etiqueta respiratória recomendadas pela Direção Geral de Saúde.


Saber mais
SERVIÇO DE PEDOPSIQUIATRIA – “BRINCAR EM CASA”

Brincar em Casa

Saber mais
TREINO DA ATENÇÃO PLENA (EM TEMPOS DE COVID-19)- DEPARTAMENTO DE PEDOPSIQUIATRIA E SAÚDE MENTAL DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA

O treino da Atenção Plena é uma técnica de eleição na gestão do stress e da ansiedade na conjuntura atual.

Convidamos adultos e adolescentes a ouvir as duas práticas audioguiadas neste documento informativo, caso sintam que necessitam de ferramentas para relaxar e para conseguir focar nas tarefas em mãos no momento presente.

Saber mais
DÁDIVA DE SANGUE

CENTRO HOSPITALAR UNIVERSITÁRIO DO PORTO
DÊ SANGUE, DÊ VIDA!

Caro dador,

Por motivo de obras de reabilitação no Serviço de Dadores de Sangue, a partir de terça-feira 20 de Julho, vamos passar transitoriamente para o Edifício do CICA, 3º piso.

Vamos continuar a funcionar em regime de agendamento pelo que pedimos que ligue o 226004808 para agendar a sua dádiva.

Em alternativa pode realizar a marcação pelo email: dadores@chporto.min-saude.pt CONTACTOs AGENDAMENTO:
Telefone:226004808 ;
Email: dadores@chporto.min-saude.pt  

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
(SEGUNDA a SEXTA - 8:30h às 18.30h || (colheita ao sábado temporariamente suspensa)

LOCAL
Edifício do CICA, 3º piso;
Estacionamento gratuito no parque de estacionamento no edifício CICA.



   
 
Neuroporto | Equinócio de Outono 2021
Neuroporto | Equinócio de Outono 2021
Tema: Oclusão Aguda da Artéria Central da Retina  
Segunda - feira, 27 de Setembro de 2021
Sessão híbrida (Auditório e em zoom)
CMIN Summit'21 - Nascer e Crescer Saudável no séc. XXI
CMIN Summit'21 - Nascer e Crescer Saudável no séc. XXI
dias 13, 14 e 15 de Outubro 2021 | Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), Porto
Jornadas de Medicina Intensiva do Porto – JMIP 21
Jornadas de Medicina Intensiva do Porto – JMIP 21
Dia 15 de Outubro de 2021 – em modo virtual.
As Jornadas terão inscrição gratuita para os profissionais do CHUP - devendo ser feita sempre através do site
www.jmip.pt.
17º Encontro Nacional de Atualização em Infeciologia
17º Encontro Nacional de Atualização em Infeciologia
24 a 26 de Novembro de 2021
Centro de Congressos Porto Palácio
mais eventos »
 
Homologação de lista de classificação final - BI.01/2021/DEFI/CHUPorto

Bolsa de Investigação - BI.01/2021/DEFI/CHUPorto

Bolsa de Investigação - BI.02/2021/DEFI/CHUPorto

Nomeação do Responsável da Unidade de Neuropatologia do Departamento de Neurociências

Anúncio de Bolsa de Investigação do CHUPorto Ref. BI.01/2021/DEFI/CHUPorto

Declaração de Inexistencia de Incompatibilidades dos menbros da Comissão de Farmácia e Terapêutica

mais notícias »
APP CHUPorto
APP CHUPorto

O Centro Hospitalar Universitário do Porto já tem disponível uma aplicação móvel - APP CHUPorto - com o objetivo melhorar a acessibilidade e o processo de comunicação com os utentes.

Com acesso a partir do telemóvel, computador ou tablet a APP CHUPorto é de registo unipessoal: consulte a noticia integral, divulgada no site do SNS, aqui e a sua WebApp Chuporto  aqui.
 
Temperaturas elevadas! Medidas Preventivas
Temperaturas elevadas! Medidas Preventivas
 

DÁDIVA DE SANGUE
CENTRO HOSPITALAR UNIVERSITÁRIO DO PORTO
DÊ SANGUE, DÊ VIDA!

Caro dador,

Por motivo de obras de reabilitação no Serviço de Dadores de Sangue, a partir de terça-feira 20 de Julho, vamos passar transitoriamente para o Edifício do CICA, 3º piso.

Vamos continuar a funcionar em regime de agendamento pelo que pedimos que ligue o 226004808 para agendar a sua dádiva.

Em alternativa pode realizar a marcação pelo email: dadores@chporto.min-saude.pt CONTACTOs AGENDAMENTO:
Telefone:226004808 ;
Email: dadores@chporto.min-saude.pt  

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
(SEGUNDA a SEXTA - 8:30h às 18.30h || (colheita ao sábado temporariamente suspensa)

LOCAL
Edifício do CICA, 3º piso;
Estacionamento gratuito no parque de estacionamento no edifício CICA.


 
“Geração sem Tabaco” da Direção-Geral da Saúde – Direção-Geral de Educação
Faça parta dos vencedores!
#committtoquit
 
Semana Europeia da Vacinação
26 de abril e 2 de Maio 2021
“As vacinas aproximam-nos”
 
 
 
 
Anuário científico do CHUP 2018
 
  COVID 19 - MANUAL CLÍNICO
COVID19 - Manual Clínico
 
ATENDIMENTO PEDIÁTRICO REFERENCIADO (APR) do CMIN
O APR funciona no Centro Materno-Infantil do Norte Albino Aroso (CMIN), diariamente, entre as 8h00 e as 19h00.
As urgências estão ao cuidado da "Urgência Pediátrica Integrada do Porto" (UPIP), que inclui equipas do CMIN, mas está sediada no Hospital de São João em horário permanente.
 
 
BANCO DE GAMETAS – CHP
Centro de Procriação medicamente assistida – CMIN (Centro Materno Infantil do Norte)
SAIBA COMO PODE SER DADOR OU DADORA"
contacte-nos através do telefone 915676551,
das 14:30 ás 17:30, de 2ª a 5ª feira,
ou para bancogametas@chporto.min-saude.pt
 

CHUPorto

SNS

CENTRO BIOMÉDICO DE SIMULAÇÃO CHP/ICBAS (CBS)

DEFI

Centro de Genética Médica Doutor Jacinto Magalhães

Banco Português de Cérebros

SNS 24
Política de Cookies | Política de Privacidade Centro Hospitalar Universitário do Porto ©2020 | Todos direitos reservados Governo de Portugal