CAC - CHUPorto-ICBAS



Diretor | Eurico Castro Alves
MD | Faculdade de Medicina | Universidade do Porto
Assistente Graduado Sénior de Cirurgia
Professor Catedrático Convidado | ICBAS | Universidade do Porto

Conselho Diretivo

Presidente do Conselho de Administração do CHUPorto | Paulo Barbosa
MD | Faculdade de Medicina | Universidade do Porto
Assistente Graduado Sénior

Diretor do ICBAS-UP | Henrique Cyrne Carvalho
MD | ICBAS | Universidade do Porto
PhD | Ciências Médicas | ICBAS | Universidade do Porto
Professor Catedrático Convidado | ICBAS | Universidade do Porto

Conselho estratégico
Domingos de Andrade, MD
Mário Barbosa, PhD
António Pimenta Marinho, MD
Luísa Lobato, MD, PhD (DEFI-CHUPorto)
Mariana Monteiro, MD, PhD (UMIB)
João Almeida Lopes, MD

Comissão adjunta
Ana Povo, MD, PhD
Luís Maia, MD, PhD
Pedro Barata, MD, PhD
Mário Santos, MD, PhD
Daniela Luís, Dr
Raquel Lopes, Dr

Contacto
 cac.icbas@chporto.min-saude.pt

O Centro Académico Clínico CHUPorto-ICBAS (CAC) é um consórcio criado entre o Centro Hospitalar Universitário do Porto, E.P.E. (CHUPorto) e a Universidade do Porto, através da sua unidade orgânica o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), que visa “a concretização de um avanço significativo na investigação translacional e no desenvolvimento científico e uma melhoria significativa do ensino médico”, conforme a Portaria 295/2015, de 18 de setembro, dos Ministérios da Saúde e da Educação e Ciência, que define também os objetivos específicos deste consórcio:

  1. Aproveitamento efetivo de sinergias nas várias áreas de atuação e potenciação da partilha de recursos humanos altamente diferenciados;

  2. Introdução de programas inovadores e parcerias estratégicas que possibilitem avanços qualitativos na participação da comunidade e contribuam para a obtenção de financiamentos externos;

  3. Racionalização e maximização da utilização dos recursos humanos, financeiros e tecnológicos postos à disposição dos seus membros;

  4. Desenvolvimento de ações colaborativas que promovam cuidados de saúde de qualidade com base nas contribuições das ciências médicas básicas e clínicas e dos serviços de ação médica do Centro Hospitalar;

  5. Desenvolvimento de ações colaborativas que contribuam para o desenvolvimento de cuidados integrados inovadores com base numa crescente articulação entre cuidados primários, hospitalares e continuados;

  6. Desenvolvimento de projetos colaborativos de investigação com reforço da cooperação nacional e internacional;

  7. Modernização e qualificação da educação médica, na dimensão pós-graduada e de educação médica continuada;

  8. Promoção de uma cultura comum focada na excelência académica e clínica num contexto internacional e de redes transeuropeias;

  9. Estabelecimento do foco da atividade na promoção da qualidade dos cuidados prestados às populações com base numa resposta adequada às suas diferentes necessidades;

  10. Aprofundamento do investimento nas áreas estratégicas;

  11. Desenvolvimento ao máximo do potencial disponível, tanto ao nível dos recursos humanos como materiais, assegurando a combinação da investigação básica, translacional e de serviços com cuidados clínicos e educação médica que é necessária para alcançar melhorias significativas dos cuidados de saúde.