Doação de sangue

A dádiva de sangue é: Voluntária, Benévola, Anónima e Responsável.
Dê Sangue, Dê Vida.
 Um gesto simples, mas de grande civismo e solidariedade com os outros e com a vida.


Contactos
O agendamento da sua dádiva deixa de ser recomendado. No entanto, é possível fazer marcação através dos seguintes meios: 
 226 004 808   | ✉ dadores@chporto.min-saude.pt 

Localização
Edifício do CICA, 3º piso (R. de Dom Manuel II 57, 4050-522 Porto)
O CHUPorto tem à disposição do dador, durante a dávida, um parque gratuito situado no CICA.

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira das 8:30 às 18:30 
Sábado das 8:30 às 12:30colheitas nos dias 26 de novembro, 10 e 17 de Dezembro

Dia 23 e 30 de dezembro estaremos à sua espera das 8h30 às 12h30.
 

O que é necessário saber para ser dador de sangue?

A partir do sangue total é possível separar glóbulos vermelhos, plaquetas e plasma, permitindo individualizar o tratamento dos doentes de acordo com as necessidades de cada um. 
Antes da dádiva, o dador deve preencher um breve questionário e assinar o consentimento para a colheita de sangue e realização de análises - grupo sanguíneo, hemograma e marcadores da Hepatite B, Hepatite C, HIV, Sífilis e HTLV. 
Os homens podem repetir a dádiva de três em três meses e as mulheres de quatro em quatro meses.

Na consulta com o médico, confirmam-se os critérios para poder dar sangue:

  • Maior de 18 anos
  • Bom estado geral de saúde
  • Hábitos e estilos de vida saudáveis
  • Mais de 50kg de peso
Após a dádiva
 
  • Deve ficar em repouso nas nossas instalações por pelo menos 10 minutos;
  • É oferecida ao dador uma pequena refeição;
  • Deve reforçar a ingestão de líquidos;
  • Não deve realizar esforço físico intenso pelo menos até 6h após a dádiva.
Alguns critérios para suspensão temporária da dádiva
 
  • Gripe ou constipação: adiar a dádiva 15 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Se tratamento com antibiótico adiar a dádiva 15 dias após a última toma;
  • Não é necessário adiar a dádiva por vacinas como: gripe, tétano ou hepatite B;
  • Vacinas com vírus vivos ou atenuados (exemplo: febre amarela): adiar a dádiva 4 semanas após a vacina;
  • Extração dentária: adiar a dádiva 1 semana;
  • Grande cirurgia: adiar a dádiva 4 meses;
  • Pequena cirurgia: adiar a dádiva 1 mês;
  • Endoscopia e/ou colonoscopia: adiar a dádiva 4 meses;
  • Viagens a algumas zonas endémicas podem requerer períodos de suspensão da dádiva entre 28 dias a 3 anos;
  • Tatuagens e piercings: adiar a dádiva por 4 meses se marcadores víricos negativos;
  • Mudança de parceiro sexual: adiar a dádiva 3 meses se marcadores víricos negativos; 
  • Não constituem contraindicação para a dádiva de sangue as profissões da área da saúde, se não houver contacto direto e desprotegido com sangue e material contaminado e/ou acidentes de serviço com sangue ou material contaminado.
Situações em que não pode dar sangue

  • Diabetes dependente de insulina;
  • Doença cardíaca;
  • Portador de HBV, HCV ou HIV;
  • Toxicodependência;
  • Alcoolismo;
  • Múltiplos parceiros sexuais;
  • Recetor de transfusão de sangue após 1980.
Sabia que ...

  • No dia da dádiva, tem acesso gratuito ao parque de estacionamento de dadores, no Ex-CICAP;
  • O dador com mais de 2 dádivas por ano fica isento do pagamento de taxa moderadora no SNS;
  • Para além do número de visitas previsto no regulamento do Hospital, é permitida a entrada de um dador mediante apresentação de um cartão de dador de sangue;
  • O questionário, a consulta médica e as análises realizadas na dádiva são confidenciais e têm como objetivo proteger a saúde do dador e do recetor;
  • As complicações da dádiva para o dador são raras, contudo, existe um Seguro do Dador (Decreto-Lei nº83/2013).

A dádiva de sangue 
https://www.youtube.com/watch?v=1zy2FCYOjok 
https://www.youtube.com/watch?v=FXmkVg8a2Mo&feature=emb_imp_woyt 

O que acontece ao seu sangue? 
https://www.youtube.com/watch?v=Tfwq_vJHwT8&t=120s